O blog

Quando o primeiro texto deste blog foi publicado, o Facebook mal era conhecido no Brasil. Os primeiros leitores chegaram aqui nas caravelas do Hotmail. Depois o Orkut chegou com um barquinho a vapor cheio de gente. Quando Mark Zuckerberg resolveu desbravar as terras tupiniquins, já tínhamos ultrapassado a barreira dos 1 mil visitantes diários. Foi quando as contingências da vida nos tiraram de ação, embora tenhamos continuado em cena.

Com o coração de quem já teve milhares de leitores num dia e também amargou a solidão de anos sem uma publicação sequer, este blog é como um guerreiro velho e cansado, mas que nunca perde a disposição e a esperança. Se você der uma passeada pelos arquivos, não vai entender nada. Aqui já saiu texto sobre tudo. Talvez não entenda muito, também, ao acompanhar os próximos que virão. Mas prometo que me esforçarei ao máximo para que tudo sempre faça sentido.

Se você nos pesquisar no Google, vai encontrar algo mais ou menos assim: "Um blog que nunca dorme | Por Simão Mairins". É tudo que dá para dizer.

Já fiz muitas coisas. Nas horas pagas, sou jornalista. Nas vagas, tento não ser. 

Boa leitura!